astrespiramides

astrespiramides

sábado, 17 de novembro de 2012

hoje



Hoje adormeci de olhos abertos
sentindo os sonhos adornados de leve folhagem
entre solstício estático
lançando pétalas de ternura
que vieram devolvidas
em silêncios  rasgados,
 sobre gritos de teatros de fantoches
olhos tácitos,
em pardacentas vielas
onde romances são embalados,
na aurora adormecida,
sentindo portas semiabertas
em horizontes não definidos
são lançados nas areias movediças
de orvalhados pensares.
 texto e fotos Luna

12 comentários:

  1. Minha querida Luna

    Como sempre os teus poemas são escritos da alma...e eu adoro ler-te.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Simplesmente belo como sempre cada momento uma ternura ,as palavras nos transportam nesses desvaneios do pensamento que nos conduzem nesta imensidao dos sonhos ,bom domingo Luna beijo

    ResponderEliminar
  3. Luna, um poema belíssimo em que as tuas sublimes palavras me transportaram para esses lugares verdes e refrescantes onde apetece ficar. Beijinhos e bom domingo. Ailime

    ResponderEliminar
  4. Sonhadora (RosaMaria)

    Obrigada Rosa, são momentos, em que as palavras saem convulsas e avulsas.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. emanuel

    As palavras são um pouco como a vida, sonhadas e vividas
    bom domingo também para ti
    beijo

    ResponderEliminar
  6. Ailime

    Existem palavras que nos levam a tantos lugares quantas vezes onde gostávamos de ficar e não mais voltar

    Tem também um bom domingo, beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá Luna. Muito bonito, terno, sonhador. Poemas de sonho também eles. Fotografias belíssimas. Beijinho amiga. Um excelente domingo. Com tudo que te faça feliz!

    ResponderEliminar
  8. Hola Luna,siempre pones tu corazón en cada palabra por eso trasmites,las fotos preciosas eres muy buena fotogáfa enhorabuena!!

    Besitos de magia

    ResponderEliminar
  9. Verniz Negro

    O sonho comanda a vida, por vezes de tudo o que nos tiram ou tiraram pouco mais fica que os sonhos
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. FANTASIA Y REALIDAD

    Não sei nada de fotografia, por vezes penso que sei muito pouco de qualquer coisa, simplesmente gosto da natureza e gosto de perpetuar alguns momentos,
    és sempre muito amável, beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Gosto do poema e o que vou escrever pode aparentar contraditá-lo. Talvez adormecer de olhos abertos seja observar os sonhos com discernimento, racionalmente. Sinto-o como um olhar sobre acontecimentos, talvez, menos bons, não sendo, contudo, derrotista, depressivo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Henrique Caldeira dos Santos

    digamos que a vida dificilmente é como a imaginamos, então os poemas servem para exorcizar ou enfrentar os nossos fantasmas só assim saímos sem ser derrotados ou depressivos.~
    beijinhos

    ResponderEliminar