astrespiramides

astrespiramides

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

O amor
Não tem cor
Nele estão buriladas
As reveladas aos nossos olhos
E as que desconhecemos também
O amor não tem cheiro
nele está incutido o aroma das estações
Desde o rebentar ao cair das folhas
O amor não se sente ao tocar
Porque não é paixão, não é prazer,
Ele existe e não vê
É a dádiva que nos sacode a alma
Que nos invade o Ser
Que vivenciamos, experimentamos,
E não é traduzível por palavras.
O amor simplesmente É.
Foto e poema Luna

22 comentários:

  1. Lindo amiga!
    O amor é tudo isso e muito mais, não existem palavras para o descrever.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. O último verso contém a melhor definição, que conheço, do amor.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olá, Luna!
    O amor cantado neste belo poema, simbolizado nessa bela rosa vermelha, é algo tão profundo que nos desloca de nós próprios.
    Bj
    J

    ResponderEliminar
  4. Amor e vida que nos alimenta ate a eternidade ,um lindo poema Luna muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Querida amiga

    Ler palavras que nos toquem
    o coração,
    é como chegar as estrelas
    nos braços da luz.

    Que haja sempre em ti,
    tempo para estar a sós contigo
    para ouvir a música do teu coração...

    ResponderEliminar
  6. Maravilhosa definição do amor! não é fácil defini-lo...
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Bela a ROSA...!
    Belo poema! muito romântico, como se fosse arrastado por uma correte desconhecida...!

    Bjs Célia

    ResponderEliminar
  8. Amei!
    O amor é mesmo dádiva que nos sacode a alma

    ResponderEliminar
  9. O amor sempre inspirando lindos poemas...
    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. fechou com chave de ouro...o amor simplesmente é....

    concordo.

    :)

    ResponderEliminar
  11. Com meu carinho de sempre
    e amor incondicional .
    Estou marcando minha presença
    para desejar um abençoado final de semana.
    Desejo de coração que veja minha postagem .
    Quanto a comentar ficarei feliz mais faça aquilo
    que mandar seu doce coração.
    Beijos que sei final de semana seja na benção e na paz de Deus.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  12. Olá Luna, magnifico poema e foto! Excelente composição.O amor é simplesmente...uma dádiva constante de vida e da Vida. Beijinhos e bom fim de semana. Ailime

    ResponderEliminar
  13. Disseste tudo.Ele simplesmente É! E que bom que asim seja! beijos,chica

    ResponderEliminar
  14. "é a dádiva que sacode a ala. simplesmente É!"

    Um beijinho seu :)

    ResponderEliminar
  15. Muito bem dito, Luna! O amor é nada e é tudo. Simplesmente É! Boa semana, amiga.

    ResponderEliminar
  16. O amor é simplesmente viver a vida com intensidade!!
    Grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  17. Nossa,que lindo! E o amor simplesmente É, perfeito amiga, beijos e uma linda noite!

    ResponderEliminar
  18. O amor É!

    Não poderia estar mais de acordo contigo minha amiga.

    beijinho

    ResponderEliminar
  19. Mais um momento de inspiração....
    Ser....é..
    Bfs
    Beijo

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde querida amiga

    Amizade é um laço fraterno que vai se conquistando pouco a pouco.
    Amizade é um elo de Amor que vai se fortalecendo dia apôs dia.
    Amizade requer uma sabedoria toda própria, para que ela cresça e amadureça.
    Amizade é um sentimento de Amor que é perseverante nela mesma.
    Amizade é um sentimento fraterno entre duas ou mais pessoas, que fazem de um todo para fazer os seus amigos felizes.
    Muitas vezes deixam de fazer a sua própria vontade para fazer a do seu querido amigo, só para o ver com um lindo sorriso em seus lábios, que na transparência de seu olhar, sentem que este sorriso vem do fundo de seu coração.
    Obrigada por sua amizade.
    Por sua linda presença lá meu cantinho!
    Por seus amáveis comentários.
    Obrigada de todo o coração
    Uma linda tarde para você
    Abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  21. Linda a tua foto, Luna! Fiquei encantada! O mote ideal para este belo poema.
    Abraço

    ResponderEliminar