astrespiramides

astrespiramides

domingo, 7 de outubro de 2012

 Telas pintadas por mim a tinta de óleo

Não vou deixar que
o Outono entre nas minhas veias
espere o Inverno chegar
e gele o meu sangue,
não vou esperar
a geada da madrugada
escondida na palafita por medo
não…não …não, não vou deixar,
declaro morte ás trevas que há em mim
não quero pensamentos destrutivos,
muito menos perder-me em areias movediças
não, não sou assim,
se a vida é para ser vivida
de dia não quero nuvens, só o sol a brilhar em mim,
e na noite vou encontrar o céu estrelado
numa noite de luar.
 Poema de Luna

17 comentários:

  1. LUNA AMIGA CARÍSSIMA NOSSA:

    EM DOMINGO ESSE,O SOL QUASE TORRADAS NOS FAZ,EM VERÃO INTENSO,EM PLENA ABERTURA DA PRIMAVERA, LER POEMA LINDO ESSE,NOS FAZ SENTIRMOS PESSOAS MELHORES E DOCES MAIS, VEZ CADA!

    BZUZ NUESTROS EM CORAÇÃO TUO!
    VIVA LA VIE!

    ResponderEliminar
  2. Que lindas telas, e o poema sem igual.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. ...deixo-o entrar sereno esse Outono que é mais um, tecendo os tapetes crocantes de folhas que ao de leve pisarei para chegar ao inverno caminhando com o alento que corre nas veias e seja quente para enfrentar esse inverno que me tenta congelar os movimentos, a palavra e o pensamento.
    Digo-te que o sol que nem sempre aparece, está lá na mesma embora escondido e podemos contar com ele no cumprimento da sua função. E se ele não se mostra, mas está lá, é o exemplo de que nossos dias cinzentos por fora, não podem afectar a luz que nos vais dentro.

    O céu estrelado numa noite de Luar, está dentro de ti em qualquer tempo e lugar. Solta-o como filtro para energias que não são bem vindas.

    Um óptimo domingo Luna, para ti e para os teus amiga.

    ResponderEliminar
  4. A pintura e a poesia são os melhores escapes para afastar a tristeza.
    Adorei o positivismo que vi aqui.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. preciosa poesía,y bonitas pinturas,
    el invierno no es invierno, si una no quiere que sea,

    me a gustado mucho...y gracias.

    Besitos Luna.

    ResponderEliminar
  6. gostei do poemas,e as telas são muito bonitas e com as cores que eu gosto.
    parabéns.
    beij

    ResponderEliminar
  7. Parabéns pelas obras , eis algo que nunca conseguirei realizar...

    Fazes muito bem ao não permitir que o Inverno te invada e te desejo uma vida luminosa sempre, no meu abraço amigo

    ResponderEliminar
  8. Um belo Poema!
    Não deixes,não,minha querida!
    Que belas telas.
    Boa semana que está quase a começar.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  9. Nada pode apagar nossas cores.Lindo poema e lindas telas, adorei a primeira! beijos,chica

    ResponderEliminar
  10. Luna,que beleza de poesia!E é bem assim: se deixamos,a tristeza toma conta de nós!Adorei suas telas!Bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  11. Lindas telas, principalmente a 2º.
    O poema é um grito de revolta que deve ser seguido.
    Bj

    ResponderEliminar
  12. E preciso e deixar fluir cada sentimento, permitindo assim que a nossa vida aconteça com toda a naturidade.Adorei as telas e o poema esta maravilhoso ,beijo

    ResponderEliminar
  13. Soa o grito de alerta e faz-se ouvir o grito da perseverança, o apelo ao positivismo e a procura da luz.
    Poste admirável (poema e quadros).
    Parabéns à poetisa e pintora!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  14. Gostei do poema e vou fazer como tu
    -não e não, não vou deixar que isso aconteça em mim...

    A vida deve ser vivida agora com Sol ou as estrelas a brilharem.

    ResponderEliminar
  15. Múltiplos talentos: telas, fotos, letras... todos igualmente belos. Parabéns, amiga; boa semana!

    ResponderEliminar
  16. Tens sempre uma ocupação, por isso, não te deixas invadir por negatividades.

    ResponderEliminar