astrespiramides

astrespiramides

terça-feira, 10 de outubro de 2017

“ O que  significa  mil anos ou ontem”, “ perto ou longe “?. Quem se mantiver calmamente no centro de si mesmo compreendera  a ilusão do tempo, os seus jogos e sombras, a sua fantasmagoria. O ardil do tempo consiste em fazer-nos  crer que se escapa, quando na verdade ele volta sem cessar e nunca deixa o círculo.

Sabedoria Ameríndia.

Porque dizem  que o tempo não existe se o sentimos passar, sentimos o tempo através do relógio e o que se encontra distante fica mais próximo ou será que o que por vezes está perto tende em se distanciar, näo sei mas acredito que o tempo não existe na imortalidade da alma, como explicar por palavras a dualidade em que nos encontramos, a ilusão a que a mente nos  transporta a ilusão do próprio tempo, a ilusão do que é a vida e a morte.

Maria José Pereira
(Luna)

5 comentários:

  1. Interessante querida amiga um momento de muita reflexão ,eu pergunto somos o que ,um passado ,um presente ou um futuro ,sabendo que passamos por todos eles certamente ,muitos beijinhos no coração ,felicidades

    ResponderEliminar
  2. Uma reflexão muito interessante, em termos abstratos...
    Na via real, notamos flagrantemente o tempo passar no crescimento das crianças e adolescentes e no envelhecimento a partir a idade adulta...
    ~~~ Beijos ~~~

    ResponderEliminar
  3. O tempo e a sua dualidade. A vida e a sua dualidade, a nossa alma de ser humano e a eterna luta entre o sim e o não, o cá e o lá, o principio e o fim. uma bela reflexão, querida Luna.

    Bom fim de semana, em raios de luar

    ResponderEliminar
  4. O tempo é tudo que temos e entre um tempo e outro vai um tempo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. diz um brother galáctico que Espaço é Tempo congelado...ainda ando refletindo muito sobre isso namastê!

    ResponderEliminar